23 janeiro 2017

É o caminho, sempre o caminho. Não a chegada.


Postado por Nat

Eu escrevi isso em 2010. Mais de 6 anos depois e eu continuo tentando me encontrar.

Sou uma pessoa insegura, indecisa, sem rumo na vida, sem leme para me guiar: na verdade não sei o que fazer comigo.
(Clarice Lispector)
O amanhã. O que será o amanhã pra quem vive cada hoje como se fosse uma página desnecessária do livro mais importante do mundo? São folhas….folhas de sua história. Contos dos seus momentos. Memórias de sua vida. E a cada página virada sem a devida atenção, um borrão branco se forma na seguinte. E de vazio em vazio, já não existem capítulos completos. E o amanhã será outro hoje. Com a mesma indisciplina. Com dúvidas mais certeiras. Com erros mais latentes. Com certezas mais assustadoras. Com verdades indecentes dignas de uma história mal escrita, sem coerência. O que esperar desse livro que você está escrevendo? A letra é sua, as palavras são suas, os pontos finais são seus. As reticências também, com sua freqüência devastadora e com sua incerteza permanente. Até onde ir? Quantas páginas mais?  O que fazer? Pra onde ir? Quem te levará? 
O amanhã te pertence. De alguma forma te pertence. É fruto do seu hoje. É conseqüência da página que você não pode deixar em branco. É resultado das cores, das letras, das palavras que você coloca na página do presente. Do agora. Do ponto final que você dá a cada frase. A cada parágrafo e a cada capitulo. É a extinção das reticências….a não ser que histórias parecidas se repitam. É o encaixe perfeito dos momentos, sem vácuos, sem borrões. Com erros reconhecidos e não editados, mas aceitos. E o amanhã será o desconhecido. Com a dúvida da esperança, com a indisciplina da loucura e a certezas dos sonhos. Com verdades inesperadas e um conto de vida, vivida ao extremo. O autor é você. O guia é você.  O leme está nas suas mãos e você sabe bem o que fazer com ele. Não importa o destino, ou como você irá remar nesse mar de letras que criam o seu ontem, seu hoje e seu amanhã.  Apenas vá. E no caminho não se preocupe só com a chegada. Sonhe. Lute. Siga. E pode deixar que algum dia você chegará, e poderá olhar pra trás, sem se arrepender. 
Não saber o que fazer, ou onde ir, é normal. Mas só você pode encontrar essa resposta.

0 comentários:

Postar um comentário

Vou ficar muito feliz em ler seu comentário sobre o post de hoje! ♥

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...