07 julho 2014

O sonho não acabou.


Postado por Nat


Abraçar a camisa e orgulhosamente torcer para a nossa seleção está sendo uma unânime no país cuja maior tradição é o futebol. Impossível não se emocionar com o hino a capela, vibrar a cada gol, roer as unhas a cada pênalti, sonhar junto a uma nação.

No último dia 04, fomos contagiados pela passagem para a semi final. Mas, tamanha alegria derrapou na notícia que ninguém esperava ouvir: nossa copa havia perdido a sua maior estrela, ou em um português bem dito- a nossa maior chance de colocar mais uma estrela na camisa. As costas de Neymar, perseguido desde o primeiro jogo, não resistiram ao golpe malicioso do inimigo em campo, e o derrubou ali mesmo, extasiado em seus gritos de dor.

A minha felicidade parou ali, nas lágrimas do craque. Eu sabia que ele não levantaria mais para a copa. Essa copa. Nossa copa. A copa dele. E mais do que triste por ver nossas chances do Hexa diminuir, o meu coração se entristeceu ao ver que aquelas lágrimas amedrontadas não eram só pela dor. Traziam o medo e a frustração de ver um sonho ser interrompido a dois passos da sua conquista. 

A seleção continua. Eu acredito no Brasil. Confio que podemos chegar lá sem ele, embora sua presença seja insubstituível e sua ausência seja ameaçadora. Mas, acredito. Seus "irmãos" vão jogar por ele. Para ele. Temos grandes jogadores, sedentos por essa vitória, agora mais do que nunca. E tenho certeza que o nosso camisa 10 confia em cada camisa do time. A torcida? Ocupará o seu lugar. Somos 200 milhões em campo. Não vai ser fácil, mas...está longe de ser impossível. A nação, seus companheiros, o futebol, choram a falta que ele fará nesse fim de mundial. Mas grita esperançosa o orgulho desse menino, e hoje todos juntos lutam por essa taça. Em uma só voz.

O sonho? Com os olhos vermelhos e inchados, ele mesmo disse, não acabou. Vamos todos conseguir e ele vai estar lá, porque é, indiscutivelmente, parte dele. Pode não ser do jeitinho como ele sonhou, afinal a vida prega peças e nem tudo é do jeito que a gente almeja. Mas vai ser, de alguma forma. E se não for, estaremos igualmente orgulhosas e esperando a próxima oportunidade.

Ah Neymar, você é só um menino. Muitas copas te esperam. Muitos troféus também. E você sabe: o maior deles você já tem. A admiração do povo Brasileiro, esse que você defende com garras, dentes e dribles que só um craque tem. A nossa sexta estrela, hoje, é você, pra você e com você!

3 comentários:

  1. Muito mais do que a força que tentamos passar pra ele, será a força que ele dará a seleção. Com título ou sem título, até o maior coxinha dos coxinhas tem que admitir que essa é/foi a copa das copas! Ver que o Brasil ainda se ergue pela paixão nacional, apesar de igualmente se entristecer pelas estapafúrdias notícias de corrupção e mal uso do dinheiro público é de emocionar! Ver que a camisa verde e amarela ainda vibra dentro do estádio, bota medo no adversário e marca o olhar das novas gerações é de arrancar lágrimas. Seu post retratou bem esse sentimento atual. Mas a taça já é nossa, a taça da receptividade, da gentileza com quem chega e nos visita, a taça da garra e do orgulho...ah, essa aí, não tem gringo que dispute!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Afinal, essa é a nossa maior tradição, não é mesmo? Queiram ou não! E vibrar por nossa seleção não nos impede da revolta pela corrupção que assola nosso país e que NÓS podemos mudar.
      Fizemos bonito nessa Copa, contra tudo e contra todos. Somos Brasileiros, nos orgulhamos da nossa camisa e sabemos mostrar isso. Em gols, em gritos, em paixão. A taça é mero detalhe...Somos o melhor do mundo!

      Excluir
  2. E vamos torcer hoje! Tomara que o Brasil se classifique para a final, tomara que vença! É o que nós queremos, agora mais do que nunca!!!

    ResponderExcluir

Vou ficar muito feliz em ler seu comentário sobre o post de hoje! ♥

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...