Viajando Sozinha: Por que ir?

27 fevereiro 2015 Postado por Nat . 2 comentários

Pra terminar essa série, eu queria primeiro ter a experiência de viajar sozinha e então contar aqui porque eu acho que você também deve, uma vez ou outra, se desligar do mundo e se encontrar.



Não, viajar sozinha não é ruim. Pelo contrário, pode ser maravilhoso se você souber aproveitar desse tempo só seu em um lugar desconhecido, em meio a pessoas desconhecidas, vivendo uma vida desconhecida. E acredite, você não é a única. Muitos, a sua volta, estão na mesma que você, então...sorria, e tranquilize-se, vai dar tudo certo.

Durante esses 4 dias em que passei sozinha no Uruguai, eu aprendi algumas coisas e resgatei alguns sentimentos dentro de mim, sabe? Aprendi que eu me garanto. Meio entre trancos e barrancos, frases tímidas e passos incertos, eu me viro bem. Soube me achar quando me perdi entre ruas de um centro antigo. Soube chegar do outro lado da cidade e voltar pra casa sem problema nenhum. Soube me virar pra comer o que eu gosto sem cair na tentação de provar pratos que não me enchiam os olhos. Soube bater altos papos com viajantes solitários, assim, como eu. Soube engolir a vergonha e pedir pra alguém tirar as minhas fotos, afinal, eu também quero recordações e odeio selfies. Aprendi a confiar em mim. E de quebra levei às pessoas a também acreditarem. Aprendi  que eu posso ir aonde eu quiser mesmo que ninguém acredite que eu vá. E isso alimenta a alma, sabia?

Eu me senti mais forte durante esses dias. Eu cresci. Estar longe de onde você tem tudo nas mãos, da sua zona de conforto, te amadurece, de um jeito ou de outro. Te dá uma independência que talvez você nem imagine. Ah, eu me senti sozinha sim. Mas passou rápido. Nada que uma música, ou um pulo na praça da esquina onde em uma roda de curiosos, casais dançavam um tango leve num fim de tarde qualquer. Eu sorri bastante. Sozinha mesmo, de boba. Ou acompanhando o riso de alguma criança com a sua mãe. E eu já tinha esquecido como é bom sorrir sem motivo, assim, involuntariamente.

E aí eu te diria: Por que ir? Porque você não tem nada a perder. Só a ganhar, acredite! Não vá esperando aquelas estripulias que uma viagem com a galera tem, pois por mais que você faça um ou dois amigos, não vai ser assim. Mas vá preparado para estar mais próximo de você e aprender a se conhecer um pouco mais. 

É uma experiência incrível, eu garanto!

---

Quer acompanhar todos os posts da série Viajando Sozinha?

Próxima parada? Uruguai!

18 fevereiro 2015 Postado por Nat . 7 comentários
E então, entre carnaval, bastante trabalho, praia, sono, preparativos e vários testes para um novo layout, o blog ficou meio abandonado. Mas, me esperem uns dias mais, sabe porquê?


Pronto, acabou o segredo! Amanhã é dia de sair puxando a mala e embarcar para o destino da vez: o Uruguai. Aqui, pertinho, só pra descansar do verão!

Prometo contar todos os detalhes aqui, dessa viagem meio louca, sozinha, pra essa terra tão querida!
Enquanto isso, vocês podem me acompanhar no instagram!

Viajando Sozinha: Onde ficar e o que fazer

10 fevereiro 2015 Postado por Nat . 4 comentários

♥ Onde ficar? ♥

Uma das maiores desvantagens de viajar sozinha é escolher onde você vai se hospedar. Quartos de hotéis estão longe de fazer com que o viajante se sinta em casa - mesmo quando você paga cara por isso - e passar as noites sozinha, sem ninguém pra conversar ao final do dia pode soar depressivo demais. Além do mais, não ter alguém pra dividir as despesas de acomodação pode deixar a viagem um pouco mais cara do que o esperado. Mas calma, não é o fim do mundo, eu juro!

Para os viajantes solitários o mais recomendado é recorrer aos Hostels. Existem vários com uma reputação pra lá de boa, um preço bem camarada e de quebra você ainda pode conhecer pessoas de todo o mundo. A maioria oferece a opção de quartos privativos, para aqueles - como eu - que não curtem compartilhar dormitórios com desconhecidos. É sim uma ótima opção e não vai pesar muito no bolso.

Existem também os Hotéis Boutique, super na moda, que não são tão caros como os hotéis comuns, e nem tão baratos como os Hosteis. É uma boa opção para quem tem um pouco mais pra gastar e prefere a privacidade e infra-estrutura que os hoteis oferecem.

Se o seu bolso está cheio, ficar em um Hotel de luxo não é problema, certo? Só tome cuidado pra não se sentir solitária nele, pois tudo que é grande demais, tem mais gente, mas as pessoas são mais "fechadas" e você pode não ter tanta oportunidade de bater um papo ou descontrair quando se sentir só.

De qualquer maneira, pesquisar é preciso. Procure em sites como o Booking.com ou TripAdvisor, fique atento as avaliações, ao que você quer, ao que você precisa, ao que o local escolhido oferece. Por exemplo, se o seu intuito é apenas descansar na viagem, invista em hoteis com melhor estrutura e que ofereça várias opções de lazer. Mas se seu objetivo é turistar mesmo, o lugar que você vai ficar vai ser só pra dormir, descansar, tomar café e seguir conhecendo tudo o que a cidade tem a oferecer! ;)

♥ O que fazer? ♥

Se a hospedagem é uma das desvantagens para quem viaja sozinho, com certeza o roteiro de viagem pode ser das melhores vantagens. Afinal, você só precisa fazer aquilo que tem vontade! ;)

Quando se viaja em grupo, vez ou outra é preciso abrir mão daquele parque que você queria passar a tarde para ir ao estádio famoso e ver aquela partida de futebol que você nem gosta. Tudo pela amizade ou pela maioria, afinal.

São aproveitamentos diferentes. É claro que sozinha você não vai pra balada todo dia, mas dá pra sair uma noite, se você for animada. Você também pode não ter tantas fotos em que apareça, afinal é chato e dá vergonha ficar pedindo pra um e pra outro te fotografar. Mas olhe, os melhores registros estão na memória, e tem sempre um pau de selfie, um braço estendido ou um guia ou morador simpático pra te ajudar! ;)

Estando sozinha, você monta o seu roteiro com todos os lugares que você quer, no tempo que você precisar, na hora que desejar. Quer coisa melhor? Se quer perder a tarde caminhando na orla? Ótimo! Ver aquela exposição no museu do centro? Perfeito! Fazer aquela visita guiada? Vamos lá! Quer bater perna nos outlets? Prepara o tênis e vá! Tudo sem se importar com cara feia do acompanhante ou preocupada em desagradar o grupo.

A viagem é sua, o roteiro também! ?

Favoritos da semana #7

08 fevereiro 2015 Postado por Nat . Um comentário
Gente, tá um calor infernal né? Num tô aguentando mais e já quero o inverno - apesar de morar na Bahia e a estação não ser bem definida por aqui. Mas o calor de fevereiro está de esgotar qualquer um...

Voltando à programação normal desse blog, entre calor, fim de verão, caça a designer e ilustrações pra redecorar o cantinho, vamos aos favoritos da semana?

1. Vídeo lindo feito pela Isa e várias colaborações. O que faz você feliz?, no Meu Delineado Gatinho 2. Pra quem não tem tempo de ir ao salão ou tem preguiça ou não quer gastar. Como fazer as Unhas em Casa, no Borboletas na Carteira.  3. Um desafio para economizar dinheiro em 52 semanas. Engordando o Porquinho, no  Cofee Pocket. 4.  Muita gente tem receio em comprar em lojas internacionais. O Mundo da Jess traz dicas bem bacanas para você deixar o medo de lado e cair nas compras gringas.

Sobre A(Mar) você.

02 fevereiro 2015 Postado por Nat . 4 comentários

Amar você sempre foi fácil. 
Mais fácil que amar chocolate ou coca-cola. Ou até os dois juntos.

Foi questão de olhar e se apaixonar. Assim, dessas paixões avassaladoras que viram amor no mesmo instante. De maneira débil, me perdi em seus olhos castanhos esverdeados, em seu sorriso de canto, e sua voz rouca a me arrepiar. Ainda sinto todos os meus pelos arrepiados ao me lembrar do seu primeiro toque, e acredite, foi a melhor sensação que já experimentei na minha vida. Eu soube, ali, naquele instante, em frente ao mar, que te amar seria fácil, muito mais fácil do que eu um dia havia sonhado.

Você sempre fez por merecer. Sua mão sempre esteve por ali, pronta a segurar a minha. Seu abraço nunca faltou e me aqueceu a cada brisa mais forte. Seus beijos sempre me fizeram esquecer que o mundo já não importava tanto se eu tinha você comigo. Seu riso fácil sempre me arrancou gargalhadas demoradas. Seu olhar sempre me seduziu profundamente. Você nunca me deixou cair, e sempre me levantou. E me amou de uma maneira escandalosamente única, eu sei. Você sempre me fez sentir tão amada quanto eu te amei. Fez ser perfeita cada imperfeição desse amor que nos sustentou a cada balanço do mar.

O Mar. Tão belo como amar. Tão nosso quanto o amor. Tão seu quanto eu. Tão meu quanto você. Foi fácil. Continua sendo fácil. E difícil é imaginar como será daqui pra frente, sem você aqui, sem que eu esteja aí. Você foi, jurando voltar logo, ou me buscar em breve. E eu acredito em você, como sempre acreditei todos os dias em que estivemos juntos e fomos um só. Vou respirar fundo e enxugar as lágrimas cada vez que a saudade bater e olhe bem, não vão ser poucas. Mas vou me lembrar de molhar meus pés no nosso mar e mirar o infinito. 

"Tá vendo o fim desse mar?" você me perguntou naquela última tarde.
"Eu só vejo o infinito..." eu te respondi, desanimada, enquanto escrevia nossos nomes na areia.
"É assim o nosso amor. É esse o tanto que eu te amo. É por quanto tempo meu coração vai ser seu." você soltou, enquanto segurava meu rosto e beijava a minha testa. E eu perdi o ar, o rumo e o medo de te perder pra sempre.

Tão mar quanto amar. Eu sei que assim vai ser, pra sempre e além do infinito.

Minha TBR Book Jar ♥

28 janeiro 2015 Postado por Nat . 2 comentários
Terminar um livro e parar na frente da estante pensando: qual será a próxima leitura?


Essa é a proposta da famosa "jarra de livros a serem lidos", ou TBR (To Be Read) Book Jar. Sempre tive vontade de fazer uma pra mim, já que além de ser bem indecisa e acabar não lendo nada em seguida de uma leitura terminar, também acho um encanto ter um vidrinho colorido enfeitando algum cantinho da estante! ♥ Acho muito Amor!


E é tão simples fazer né? Você só precisa de:
- Livros a serem lidos (Tenho certeza que você tem vários!)
- Um pote/jarra/lata (Cata um pela casa!)
- Papeis coloridos (Ou branco, ou preto, ou reciclado...!)
- Criatividade 



Sim! Sua Book Jar tem que ser a sua cara. Eu fiz uma bem simples, mas com um coloridinho especial. Tinha dois potinhos de vidro aqui. Coloquei Lucky Stars de origami em um, e os papeizinhos com os nomes dos livros em outro. Ficou um mimo!







Pra quem ainda não fez e quer se inspirar, catei algumas ideias que encontrei no Pinterest! (♥)







E você, já tem a sua? Mostra pra mim! 

Post favoritos da semana #6

27 janeiro 2015 Postado por Nat . Nenhum comentário

♥1♥ Rotina sem organização vira bagunça, certo? Certo! Algumas dicas para organizar melhor a sua rotina estão no Good News Everyday.  ♥2♥  Aprender inglês em casa pode não ser impossível, hein? O Coisas Fúteis te fala como. ♥3♥ Decoração é algo que a gente tá sempre mudando. E decorar gastando pouco ou quase nada, melhor ainda né? Dá uma olhada lá no Borboletas na Carteira! ♥4♥ A Casa que minha vó queria trouxe uma seleção de pôsteres para as paredes de 2015