The X-Factor UK - Meus preferidos!

21 novembro 2014 Postado por Nat . Nenhum comentário
The X-Factor é dos meus programas favoritos na vida. Um talento maior que o outro se revelando e encantando! E tem Simon, que eu amo! ♥ hahahah

Mas é claro que os meus favoritos nunca ganham. Que saco! Fico frustrada e digo que nunca mais vou assistir, mas tô sempre aí na fita! Foi assim com Drew...



...com Carly Rose (Deus, ela ficou em segundo. Quase tive um ataque no dia!) ...



...e agora, dois dos meus prediletos já foram embora. Ainda me resta um, e como diz Cheryl "Eu só tenho um concorrente e só preciso de um pra ganhar". 

Nessa edição do Reino Unido, eu tive 3 preferidos (Isso depois de chegar na fase das apresentações, já que outros favoritos se perderam antes...)

Lola Saunders, definitivamente não nasceu pra ser peixeira. E foi minha primeira preferida a deixar o programa...



Jay James, gente como eu amo o jeitinho e a voz do Jay. Fiquei arrasada quando ele saiu semana passada...



Minha pupila que ainda sobrevive, Lauren Platt. Adoro a autenticidade dela, e tô confiante que ela chegue até a final.
 


Qual o seu preferido?

Cidade do México - Museo de Cera y Museo Ripley

10 novembro 2014 Postado por Nat . 3 comentários
Tiramos um domingo não muito animado e pouco ensolarado pra andarmos 5 minutos do hotel até esses dois museus que ficam lado a lado, ali mesmo em Reforma. Pra quem está em outro bairro, o Metro Insurgentes ou Cuauhtémoc são os que param mais próximo!


Compramos o boleto combinado para os dois museus por $140 pesos mexicanos (Cerca de R$35). Ambos ficam aberto das 11h às 19h, de segunda à domingo.

O Museo de cera é uma viagem por toda a história mexicana, com grande parte das personalidades (artistas a políticos). Você é guiado por indicações a passar por todos os cantinhos do museu, podendo fotografar a qualquer hora, e conhecendo de astros mundiais à personalidades religiosas. São diversas áreas, cada uma com sua peculiaridade e cultura. 

Presidentes, Ex-presidentes, Reis, rainhas, principes e princesas, Da Vinci e a Monalisa, Papas, cantores, Personagens infantis - Chaves, Branca de neve, Pinoquio, Super Herois, Ópera - com direito a um robô cantando, uma parte só de terror - que eu me arrependi amargamente de ter entrada e fui segurando em uma moça com seu filho, de olhos fechados, até entrar correndo na Vila Sésamo. Sim, eles gritam, gemem, fazem sons horríveis de tortura e eu quis morrer. Quase abracei as criancinhas na Vila.















Ah, entre os dois Museus, tem uma lojinha cheia de coisas fofas -  e caras, é claro! ♥

O Museo Ripley (¡Aunque Ud. No Lo Crea! ou Acredite se quiser) é repleto de objetos curiosos, raros e estranhos, reunidos pelo colecionista americano Robert L. Ripley.


Além das mais esquisitas coisas do mundo, até salas com sensações estranhas como a de um terremeto. É bem divertido e curioso - e juro, tem coisas bizarras! Ah, e a fachada dele é maravilhosa!














Nosso doce novembro

04 novembro 2014 Postado por Nat . Um comentário
Imagem: We ♥ it

Eu sempre entendi que Saudade dói. Dói tanto que destroça qualquer coração. Mesmo porque, na maioria das vezes que ela nos escolhe, é pra deixar claro que quem ou quê tivemos não volta mais. Nunca mais. O tempo ameniza a dor, torna a saudade, muitas vezes gostosa, te fazendo relembrar os mais felizes momentos com as melhores pessoas que passaram por nossas vidas. A gente só sente saudade do que foi bom. De quem foi importante. E hoje, veja só... alguém vai matar minha saudade.

Desde que você entrou naquele avião, meu coração se dividiu. Um pedaço se infiltrou na sua mala de mão e viajou junto com você. Me deixou aqui, morrendo com a sua falta. E te deixou lá, eu sei, sentindo a minha também. ♥ Perdi as contas de quantas noites chorei após nossas conversas diárias. Você me contando todas as suas novas experiências e eu lamentando a minha inércia aqui, sem você. Poxa, eu não sabia que era tão dependente do seu amor. Do seu carinho em meus cabelos a me fazer dormir. Dos seus beijos sufocantes. Dos seus abraços apertados e protetores. Da sua debilidade irritante quando assistia a uma partida de futebol na MINHA tv. Da sua preguiçosa mania de não tirar os tênis antes de cair na minha cama. Da sua provocante barba por fazer que eu dizia odiar, mas na verdade eu amo. Amo cada pedacinho seu que hoje não está aqui. Amo cada loucura que já fizemos juntos e, principalmente, que você já fez por mim. Como essa...

Você sabe o quanto Novembro é importante pra mim. Pra você. Pra nós dois. E eu devia imaginar que você jamais me deixaria sozinha no nosso doce novembro. E eu mal pude acreditar quando aquele email, com a sua passagem, caiu "acidentalmente" na minha caixa de entrada. Safadinho! Como eu te amo! Sentada aqui, na nossa praia - porque você me proibiu terminantemente de ir te esperar no aeroporto, pra não passar vergonha com minhas cenas de choro e excesso de amor - mal posso contar os minutos pra você chegar. Vou te agradecer por ser tão louco assim, em largar tudo o que você sempre sonhou viver, pra vir passar uns dias do nosso novembro aqui, comigo. Vou te beijar até te fazer perder o ar. Vou te abraçar e não deixar você escapar nunca mais. Não mais pelos próximos cinco dias. Prometo não dar vexame, prometo não brigar com você por estar com essa barba por fazer - porque eu sei que, pra me provocar, você virá assim. E eu tô com tanta saudade, que trouxe até um par de entradas para aquele jogo de domingo. Ah, mas eu vou chorar. Lágrimas de felicidade...por me sentir tão amada. Por te amar tanto assim...

Chega logo. Nosso Doce novembro vai ser curto, mas eu também te prometo...será inesquecível e quando você partir novamente, por mais três meses...a saudade vai ser maior. Só não mais que esse amor...

OrientaVida

29 outubro 2014 Postado por Nat . Nenhum comentário
Passeando pelas fotos do Instagram vi alguém postando fotos de umas pulseirinhas lindas, artesanais, simples e cheias de charme. Logo vi que elas são produzidas por uma ONG, a OrientaVida. Logo corri pra ver a história por trás daquelas peças que chamaram minha atenção.



A OrientaVida foi fundada em 1999 com o objetivo de ajudar pessoas menos favorecidas e combater a pobreza e falta de oportunidade, tudo isso, gerando trabalho. E, pouco a pouco, foram conquistando o mundo com trabalhos artesanais e inspiradores. No ínicio, o bordado em bolsas era a atividade da ONG, mas após expandir os projetos e capacitando artesãs, o leque de produtos cresceu e conquistou ainda mais sucesso. Comercializando esses produtos e com parceiros ao redor do mundo, a ONG mantem essa atividade de maneira continua com mais de 300 artesãs que vivem na região do Vale do paraíba (SP), que estão sendo sempre capacitadas, além de contarem com apoio social, psicológico e auxilio para uma vida melhor, longe da pobreza e com muito trabalho. Como se deve ser: aproveitando oportunidades para viver melhor! Aqui vocês encontram um geral da história da ONG.

Os produtos são maravilhosos. Eu, que sou fã incondicional de trabalhos artesanais, fico encantada! Eles tem uma lojinha virtual cheia de encantos. Separei algumas coisas pra mostrar aqui:

Já quero pulseirinhas!










E mais um monte de coisa linda!
É sempre bom conhecer esses projetos e unir o que a gente ama fazer - comprar - com o ajudar pessoas a estarem bem na vida! ♥

Conhecem trabalhos assim? Me contem! Quero conhecer!

Cidade do México - A Basílica da Virgem de Guadalupe

23 outubro 2014 Postado por Nat . 2 comentários
A Virgem de Guadalupe é a santa padroeira do México. Ir à Cidade do México e não conhecer a Basílica de Santa María de Guadalupe, é deixar de conhecer um dos pontos mais importantes da história do país. Acredito que independe de religião. Vale a história, o turismo e a beleza do lugar. E para mim, católica, valeu muito mais a energia renovadora e a fé que se apresentam naquele lugar.


Aberto diariamente, é o Santuário católico mais visitado das Américas. O "caminho" até a entrada do Santuário é cercado por lojas com artesanato típico do país, além de souvenirs da "Virgencita" em seus mais variados aspectos. Dá pra se perder por horas por aí.


Logo na entrada, a Antiga Basílica, com seus detalhes na estrutura barroca, chama a atenção, além da beleza, por estar visivelmente inclinada devido ao desgaste do tempo e aos fortes terremotos. Ao seu lado, imponente e moderna, está a nova basílica.





Por trás do altar, os visitantes podem passar por esteiras elétricas e estar mais próximo daquela imagem da Virgem que aparece na foto. Acredito que há missa regularmente ao longo do dia, pois ao chegarmos terminava uma, e ao irmos embora, depois de andar por todo o santuário, começava outra.

O Santuário é enorme, com jardins maravilhosos, várias capelas e imagens ao redor, além de museu e também um enorme galpão onde funciona uma feira típica no mesmo estilo das lojas que estão do lado de fora, na calçada até a Basílica. Agora, mais fotos...
















Pra chegar não é muito difícil, apesar de ser um pouco mais distante. O Metrô "La Villa" para perto, mas nós fomos de ônibus comum mesmo, só não me lembro nome, mas era algo como Villa também.


Beijoos, Nat