#FollowSaturday - Os posts mais legais da semana!

20 dezembro 2014 Postado por Nat . 3 comentários
Sábado é dia de reunir os meus posts favoritos da semana - e que eu lembrei de salvar!rsrs -  e trazer pra vocês! Tenho que praticar o botãozinho favoritar do bloglovin' com mais frequência pra não deixar passar tanta coisa legal que a gente encontra por aí, né?


***

1. A Loma, do blog Sernaiotto, disponibilizou um calendário minimalista para 2015. Vale passar lá e garantir o seu, tá prontinho pra imprimir e deixar onde você quiser!



2. O blog Just Lia trouxe dicas bem legais de como usar o dourado na decoração. Eu amo essa cor, e acho que um toque de dourado sempre dá uma sofisticado especial a qualquer ambiente, roupa e objetos...



3. Viajar sem música não dá, né? O Hey, London, te dá uma playlist de 12 músicas para uma roadtrip!



4. Livros são sempre uma boa pedida para os presentes de Natal, verdade? A Kah, do E aí Beleza, fez um post com dicas de 5 tipos de livros para dar de presente. Adorei!




Beijos pessoal!

Organizando a agenda

18 dezembro 2014 Postado por Nat . Um comentário

Aquela mesma história a cada fim do ano: que agenda comprar? Como organizar os nossos dias? No papel ou no computador? e blá blá blá...

Eu sempre fui de comprar agenda. Mais por beleza do que por usar mesmo. Sim, sou dessas! Compro, me animo a dizer que próximo ano vai ser diferente e detalhadamente organizado no papel. Mas que nada! Passou o primeiro mês e agenda começa a ganhar falhas pra chegar em abril eu nem lembrar que existe. Mais desorganizada impossível! Já tentei de tudo: diário, planner, agenda comum, organizar em planilhas ou aplicativos, nada...nada dá certo. Mas vou tentar né? Um ano mais vou tentar!Separei algumas dicas de como organizar a agenda pra seguir e quem sabe assim me manter firme no propósito. Vai que não sou a única a ter essas dificuldades. 

Mas, antes dos pontinhos organizados, deixa eu mostrar a minha agenda 2015. Lá vou eu pro jabá de novo, dos mais sinceros: queria algo simples, mas feito pra mim. Corri na La Pomme, escolhi minha estampa rapidinho chegou minha linda. Aproveitei e pedi um caderninho pra anotar as continhas também, um barato! (Tem pra dindim, pra ideias, e pra afugentar a procrastinação também!). 


A frase foi escolhida por mim *_*

 Gosto das folhas assim, uma pra cada dia e uma pra sábado e domingo. Tem planejamento mensal, anual e aquelas coisas de sempre que eu quase nunca uso. (leia-se, não sei usar)



 


Me empolguei com as fotos! Vamos às dicas!


  • Escolha sua agenda
    Você precisa decidir o tipo de agenda que vai usar, quantas vai usar (uma pro blog, uma pra escola/faculdade, outra pro trabalho)...
    Eu escolhi uma pra tudo: trabalho (minhas duas lojas e seus pedidos), dia-a-dia (médicos e todos os tipos de hora marcada...), datas das contas pra nunca esquecer.
    Mas deixei separado um caderno só para o blog, além da caderneta do dindim, que é onde pretendo anotar cada entrada e saída. De uma bala que compro a uma super venda que faço. Depois faço um balanço final e anoto na agenda maior! Saca?

  • Anotações fixas
    Antes de começar o ano, já deixe anotado tudo aquilo que nunca muda: aniversários, telefones, seus dados, seus vencimentos, pra não correr o risco de esquecer nada.
  • Adesivos, Post Its, canetas coloridasÉ sempre bom usar adesivos diários e post-its pra chamar atenção pra alguns eventos principais.
    Usar canetas coloridas também ajudam a despertar o olhar, principalmente se você seguir uma espécie de legenda. Uma cor pra cada tipo de atividade, por exemplo.
    Ah, sem conta que sua agenda vai ficar linda! ♥
  • To-Do list
    Fazer listas é sempre uma boa opção pra manter o dia organizado em etapas e tarefas a serem cumpridas. Encaixe um quadrinho com a lista do dia na página, encaixando as atividades entre os horários já ocupados.
  • Estabeleça horários pra certas coisasSe você trabalha em casa, se organizar pode ficar ainda mais difícil. Estabeleça horários e anote na agenda que naquele período você não pode atender outra atividade que não o trabalho. (A não ser que seja de extrema urgência e importância)
  • Faça anotações, sempre!Tenha sempre uma caneta ou lápis por perto, e faça anotações necessárias abaixo de cada atividade. Não deu pra fazer tal coisa, anote o porque ou o quê e quando deve ser feito novamente, pra que não se esqueça de agendar outra vez.
  • Pratique!
    Agenda, pra mim, é questão de hábito! Pratique! Anote! Repasse sempre as atividades pra que a mente mantenha em foco o que deve ser feito!

E vocês, tem algum segredo pra manter a agenda organizada? Me conta!


Viajando sozinha, por que não?

16 dezembro 2014 Postado por Nat . 4 comentários
Viajar sempre foi dos meus maiores - se não o maior - prazeres na vida. E olha que não viajei quase nada nesses 25 anos que levo nas costas. A oportunidade de conhecer o novo, de explorar o desconhecido, de me encantar a cada passo, são só alguns dos motivos que me levam a dizer que se eu pudesse (e meu dinheiro desse) eu passaria o resto da vida desbravando céu, terra e mares desse mundo lá fora. Tudo é questão de planejar. E vez o outra dar uma de louca e decidir ir, assim, do nada e no mês seguinte, pra qualquer lugar ainda não visitado. 

Eu dei essa de louca. Depois de meses tentando planejar, esperando companhia e falhando em todas as tentativas, eu decidir: Quer saber? Eu vou sozinha! 

Quando você vira pra alguém e diz: "Estou viajando sozinha", todo mundo te olha torto. Tolinhos! Acham que não tem graça, que não vale a pena. Mas eu entendo, talvez eles não tenham esse espirito de querer o mundo. É obvio que viajar sozinha tem uma essência totalmente diferente de viajar em grupo, com amigos, família ou namorado. Mas não é menos divertido. São diversões diferentes, prazeres diferentes. E viva as diferenças! Bom é conhecer um pouquinho de cada uma delas e entender que dessa vida a gente leva, a vida que a gente leva!

Viajar sozinha causa um friozinho na barriga, principalmente se você é extremamente dependente - como eu, medrosa e desmotivada. Mas já faz tempo que eu venho trabalhando essa ideia, e querendo isso pra minha vida. Afinal? Se você quer rodar o mundo, dificilmente vai encontrar alguém pra te acompanhar em cada uma dessas viagens. É, as pessoas não tem os mesmos gostos, disponibilidade de tempo, a  vontade, as economias, no mesmo tempo que você. Aceite! Se esse é o seu sonho - e isso serve pra qualquer sonho - não espere por ninguém. Arrume a mala e vá em frente. Tem um mundão de lugares, pessoas, sentimentos e emoções esperando por você.

É claro que eu ainda vou tímida. Com um pouquinho de medo. Diminui os 10 dias do plano inicial para apenas 4 noites. Um lugar não tão longe e nem tão complicado já estava nos planos. Mas o principal é que eu decidi ir. Já comprei passagens. Estou pesquisando hotéis. Estudando a cidade e...em alguns dias estou indo. Viagem simples, pra um vizinho nosso - depois eu conto qual, mas que sozinha ganha uma outra dimensão.

Resolvi falar desse assunto por aqui, compartilhar um pouquinho do que estou planejando, estudando, todas as dicas que vão servir pra mim, nessa e outras. E podem motivar você, medrosa como eu, a se libertar e ganhar a sua cidade, o seu país, o mundo...

Cidade do México - Museu Frida Kahlo

12 dezembro 2014 Postado por Nat . Um comentário
Desde que decidi ir ao México, eu tinha apenas uma certeza: poderia vir embora sem ter ido em vários lugares, mas com certeza não voltaria ser ter conhecido "La Casa Azul", ou a casa onde viveram Frida Kahlo e Diego Rivera, ou ainda, o Museo Frida Kahlo.


Frida - Fridoca, para os íntimos, rsrs - sempre me encantou. Sua arte e sua personalidade forte e dramática. E a casa onde ela viveu, em Coyoacan, um bairro tipicamente mexicano e que vale a pena conhecer em detalhes, traz toda essa essência. Cada cantinho tem uma característica especial e conta a história da artista. Me arrisco a dizer que você pode viver Frida Kahlo na casa azul, e a cada porta que você passa, é como se ela estivesse ali, acolhendo a visita. Encantador! Eu amei, muito!

É um passeio entre quadros, roupas, móveis e muitos detalhes que só quem vai consegue explicar. Muitos detalhes mesmo! Desde as frases nas paredes até as miniaturas nas estantes....











A entrada é um combinado que custa 80 pesos mexicanos (R$20) e te dá passe para o Museu Frida Kahlo e também para o Museo Diego Rivera. (Mas a anta só percebeu isso em casa. Tava tão empolgada com Frida, que esqueci de Diego). Pra fotografar e filmar lá dentro é preciso pagar uma taxa de 60 pesos (R$15).








O jardim, com muito verde, é cercado por uma loja com souvenirs temáticos - e carissimos!, café e também outra ala onde tem sempre uma exposição.





Fui a mais feliz nesse dia! Mesmo desmontada de frio - em roupa de verão e com direto a paleta mexicana - pelas ruas de Coyoacan.


WishList de Natal

11 dezembro 2014 Postado por Nat . 4 comentários

O fim de ano vai chegando e é inevitável não fazermos aquele listinha de presentes que gostaríamos de ganhar no Natal. Mesmo que, na maioria das vezes, não ganhemos nem metade deles. Ah, mas eu adoro fazer e deixar sempre ali, como meta pra ir comprando/ganhando no futuro! Você já fez a sua? Olha a minha aí! 


01. Perfume J'adore, Dior. Tem na Sephora por R$209, o menor. 02. Luminária, Tok Stock R$98 03. Almofada pra pescoço, La Pomme R$99 04.Bloco com caneta Frida Kahlo, Maria Presenteira R$38,61  05. Luminária multicolor, Maria Presenteira R$1.699,92 06. Pingentes Life by Vivara, a partir de R$70 07. Livros Marian Keyes, Saraiva, a partir de R$42

Beijos, Nat


[Meme] O que eu vou deixar em 2014...

09 dezembro 2014 Postado por Nat . 4 comentários
Há pouco tempo conheci e entrei no Rotaroots, um grupo onde blogueiros reunidos tentam resgatar a essência da blogosfera. E todos os meses eles lanças temas para Memes, blogagem coletiva e projeto fotográfico. Pela primeira vez vou tentar participar! Esse é um dos memes escolhidos para dezembro: listar sentimentos, coisas, pessoas, momentos, que você quer deixar pra trás e não levar de jeito nenhum pra 2015.


Pra minha lista, eu separei apenas sentimentos e emoções. O que faz parte da minha personalidade hoje e que eu realmente queria deixar pra trás, e tentar fazer o ano de 2015 melhor e recheado de coisas boas.


1. Procrastinar

Poderia ser, sem lugar a dúvidas, meu sobrenome. Eu deixo tudo pra depois. Inclusive pra escrever esse post eu levei o dia inteiro, com a página aberta, as fotos prontas e as ideias na cabeça. Toda hora levanto, invento uma desculpa, faço uma coisa aqui, outra ali, e vou empurrando com a barriga. Sou assim pra tudo: pra estudar, pra fazer exercício, pra cuidar de mim, pra arrumar o quarto, pra tudo, exatamente tudo na vida que precise de uma ação. E eu realmente queria deixar isso pra trás. Ser mais ativa, mais ação e menos planos. Nada de deixa pra depois....


2. Xô Desapego!

Todo mundo sabe, inclusive eu, que se apegar a coisas materiais, pessoas e sentimentos, pode te fazer bastante infeliz. Dizem até que atrasa a vida. Agora me diz? Como praticar esse desapego? É difícil pra caramba. Eu sou, principalmente com roupas e sapatos, muito apegada. E mesmo não tendo muita coisa, tem aquelas que há anos eu não uso, mas sempre acho que posso querer usar. Cara, é complicado e eu desejo profundamente me livrar disso.


3. Mais amor, menos rancor.

Pode até não parecer, e eu sou até boba demais. Finjo que não tô magoada e sigo em frente, mas bem lá no fundo, eu guardo aquele rancorzinho. E isso não é nada bom. Perdoar é bíblico. As pessoas vão nos machucar, de um jeito ou de outro, e guardar essas mágoas só vão fazer mal a nós mesmos. Então, livra o coração delas. Se te desejam o mal, se te fazem mal, deseje amor, faça o bem. Não se bate na mesma moeda, nem se martirize pelo que você não tem culpa.


4. Sem medo, menina!

Ah, queria poder enterrar meus medos. Não todos, pois alguns medos são importantes pra fazer a gente seguir adiante. Enfrentá-los nos torna mais fortes. Mas alguns realmente me derrubam e me impedem de fazer muitas coisas que tenho vontade. E se eu pudesse escolher um desejo pra 2015 seria esse: deixar minha coragem ser maior que os meus medos.


5. Mais esperança, por favor!


Ah, pessimismo também poderia ser meu sobrenome. Se tem alguém que acha que tudo vai dar errado, sou eu. Já faço sem esperança, já imagino tudo dando pra trás. E olhe, isso é péssimo. Derruba a gente mesmo. 2015, por favor, que você me traga mais esperança de dias melhores, pra mim e pra todos. E que a frase "vai dar certo" seja meu mantra pra tudo!

Gracias Chespirito!

29 novembro 2014 Postado por Nat . 2 comentários
Pela primeira vez nesses anos de rede sociais, eu vi uma comoção tão verdadeira pela morte de uma pessoa famosa. Sem piadas ridículas, sem encenações, sem modismo. Não há quem não reconheça o legado que deixou Roberto Bolaños. Nosso Chespirito, nosso Chapolim Colorado, nossos Chaves...

Suas histórias acompanharam e seguirão acompanhando gerações. Mostrando a simplicidade de um homem que nunca perdeu o olhar e a alma de menino, e ensinou a cada um que é possível ser feliz com o mais simples que a vida tem a nos oferecer. E fez rir a cada criança, a cada adulto, a cada família, com sua graça pura e ingênua, sem a necessidade que os humoristas atuais tem de descer o nível.


Chaves fez parte da minha infância. Eu assisto até hoje. E dou risada em cada uma dessas vezes. Jamais me esquecerei de quantas vezes dei gargalhadas com as trapalhadas na vizinhança, chorei com a solidão do menino do barril, e sonhei em conhecer Acapulco só por cause dele! ♥
O céu está em festa, o mundo está triste. Mas vai ficar a saudade, e a certeza de que ele cumpriu sua missão. 

Deixo aqui essa interpretação de Thalia em um especial que a Televisa fez para o Roberto em 2013, se não me engano. A música fala por si só... e é o que todos gostariam de dizer:

.... Gracias por tanto y por siempre, por darle a la gente un momento feliz. Gracias por tantos recuerdos, que en nuestra memoria se quedan por ti. Gracias por tanto cariño, seguir siendo el niño que quiere jugar. Gracias por ser el amigo, que siempre me espera en el mismo lugar...